Marketing Tradicional x Marketing Digital

  • 24 de janeiro de 2017

Vivemos numa sociedade consumista, onde as pessoas são influenciadas a consumir, tanto aqueles produtos e serviços realmente necessários, quanto produtos mais supérfluos. Mas o que faz elas consumirem coisas que, de certa forma, poderiam viver sem? É o marketing, a propaganda, as mensagens recebidas diariamente, que criam essa necessidade no inconsciente das pessoas, que desperta nelas o desejo de se mover e de trabalhar mais, para conseguir obter determinado produto ou serviço. Para tal, são usados inúmeros recursos de persuasão, como desejo de status, vontades, pertença à grupo, sonhos etc.

Mas a pergunta é: a forma como essa comunicação foi tão eficaz durante anos continua sendo a mesma? A resposta é não. E você vai entender grande parte dessa diferença lendo esse texto sobre as disparidades entre o marketing tradicional e marketing digital:

Marketing tradicional

O Marketing tradicional começou a ser utilizado há tempos, inicialmente por empresas maiores, que tinham verba disponível para investir em propaganda. Alguns exemplos de mídias que são utilizadas no marketing tradicional são: panfletos, rádio, TV, banner, outdoor, mala direta, cartazes etc.

Esse marketing tradicional trabalha mais com o pensamento de empurrar, de certa forma, o produto ao cliente, de interromper o que ele está lendo, vendo ou assistindo, de entregar à um grande número de pessoas de uma só vez. É claro que em algumas mídias, como jornal e revista, você consegue segmentar melhor o público que recebe a propaganda, mas no geral ela ainda chega até pessoas que não são exatamente o público alvo da campanha. Outro ponto do marketing tradicional é em relação ao valor: para anunciar na TV, por exemplo, o anunciante deve desembolsar um alto valor para que se consiga aparecer na tela, visto que ainda varia dependendo do dia e horário de exibição. Ou seja, esse anúncio não fica acessível à todos os tipos de empresários.

Marketing digital

o marketing digital trabalha em criar maior proximidade com o consumidor, mais comunicação, maior interação, despertando nele o desejo de pertencer ao grupo de consumidores daquele produto ou serviço e tendo a capacidade de criar experiências únicas e incríveis à ele. O cliente praticamente vai até a empresa, e não a empresa tem que ir buscar o cliente, que fica motivado a consumir esse produto por ter um maior relacionamento com a marca; e isso gera maior interesse em querer comprar o produto ou serviço.

Outra grande vantagem do marketing digital, que revolucionou todos aqueles que gostariam de anunciar, é que ele é muito mais barato e acessível: com baixa quantia de dinheiro, qualquer pessoa consegue anunciar no meio digital, principalmente nas redes sociais, que permitem um orçamento bem abaixo do tradicional para expor sua marca. E em relação ao anúncio, pode ser dito ainda que todos os anúncios do marketing digital são mensuráveis, ou seja, você consegue medir quantas pessoas estão vendo seu anúncio, quantas estão clicando, quantas estão interessando, e até quantas pessoas estão comprando o seu produto porque viram seu anúncio. Desta forma, você consegue criar parâmetros para comparar: preciso investir X, para ter um retorno de Y.

Ainda há o lado bom de poder editar o anúncio a qualquer momento: se você detectou uma falha no anúncio ou uma rejeição do público, você pode parar o anúncio na mesma hora, arrumar e voltar a veiculação, sem perder dinheiro, sem prejuízos por erros.

Inbound Marketing

Um dos maiores métodos utilizados no marketing digital é o Inbound Marketing: traduzido livre para o português como Marketing de atração. Esse método trabalha na busca por gerar leads (pessoas com desejo de consumir o produto ou serviço de uma loja) que já tem acompanhado o conteúdo oferecido pela marca.

Para explicar melhor, vamos usar de exemplo uma sapataria: suponha que uma sapataria contrate o serviço de uma agência de marketing digital, que utilizará o método Inbound Marketing para atrair mais clientes para a loja. A agência irá analisar bem o público alvo dessa sapataria e criará um blog para escrever conteúdo do interesse do cliente e que desperte a vontade espontânea desse público-alvo ler o blog.

É disponibilizado então nesse blog uma landing page (página com formulário para que o leitor preencha com seus dados) para ser preenchido e baixar um material rico, como por exemplo um eBook (arquivo com conteúdo educativo, ensinando a fazer alguma coisa ou falando sobre algum tema), e assim a agência consegue o contato desse usuário, que agora passa a se chamar lead. Conforme esse lead vai lendo os conteúdos de seu próprio interesse disponibilizados no blog, ele entra no funil de compras. Esse funil é cada uma das etapas da compra, onde a própria agência analisa se esse lead está na hora ou não de receber uma oferta de produto da sapataria, e se sim, a agência passa o contato do lead à sapataria, que entra em contato com ele, e tem muito mais chances de fechar a venda.

Como o lead já criou confiança nessa empresa, que tem um posicionamento de marca, o fechamento da compra fica muito mais fácil.

E engana-se quem pensa que o Inbound Marketing só funciona com áreas de tecnologia: o Inbound se encaixa em qualquer ramo de produto e serviço, desde que foque no público-alvo certo e ofereça materiais interessantes para que ele consuma.

Concluindo

O marketing tradicional é uma ferramenta que ainda pode ser usada, mas de forma estratégica e no tempo certo da campanha de marketing. É importante que não se abandone a entrega de panfletos ao redor da empresa, por exemplo, para que pessoas próximas ao estabelecimento sejam lembradas de sua existência. E o uso do marketing digital é tão essencial quanto, pois é um método muito bem aceito pelos consumidores, mais assertivo e gera maior relacionamento com o cliente, fazendo com que ele se sinta motivado a consumir os produtos e/ou serviços de uma marca, pois aprendeu a confiar no que ela diz e no conteúdo que ele recebe.

 

Agende um bate-papo com um especialista

Agende um bate-papo com um especialista

Mais conteúdo